Existe Iyá Ori?

Existe Iya Ori

Durante todos esses anos eu já ouvi tantas inverdades, crendices e lendas que não me admiro ver tantas novidades em nossa religião.

Sobre Iya Ori então, eu fico impressionado como isso foi divulgado. Dizer que Iya Ori (Yemonja) ou qualquer Orisa que tenha esse título seja a dona de todas as cabeças… é de deixar pensando o porquê de tanta desinformação.

A divindade que é considerada como “aquele que molda as cabeças”, é o Orisa Ajala, e a que habita as cabeças, se é que podemos dizer assim, para facilitar o entendimento das pessoas iniciadas recentemente ou leigas, é Ori.

Não é porque cultuamos Yemonja e a consideramos um belíssimo Orisa, que atribuiremos a essa linda divindade algo que não é verdade.

Sobre o ibori então ficamos impressionados com alguns procedimentos. Oferecer peixe e canjica para todas as cabeças é um atestado de incompetência comum aos supostos sacerdotes. Pois cada Ori é individual e se o seu não quiser peixe será obrigado a comer o que não quer?

Se o Ori está ligado ao odu, e existe 256 odu diferentes, a grosso modo, teríamos no mínimo 256 tipos de ibori. Mas a verdade é que esse procedimento não segue nenhuma regra e sim, uma orientação de Ifá ocasional.

Dependendo da consulta feita ao jogo, pode sim ser orientado um ibori para àquela pessoa em um determinado momento. Os componentes do mesmo seguem uma orientação pessoal e específica diante daquela circunstância.

Cada pessoa em um determinado momento da vida necessita de um tipo de ibori que supra as suas carências, é responsabilidade do sacerdote identificar as mesmas com precisão.

Podemos citar um exemplo: quando a pessoa precisa de um novo caminho na vida profissional, nesse tipo de ibori, devem existir elementos ligados ao Orisa Ogun. Essa regra pode ser usada como forma de identificar as comidas, e outras substâncias a serem usadas no ritual. Por isso que precisamos salientar que os babalorisás e babalawos devem ter domínio do conhecimento sobre ori pois dizer que todos os oris usam as mesmas coisas e recebem as mesmas oferendas seria ate leviano, e pode trazer serias conseqüências ao consulente ou iniciado, e assim estaríamos prejudicando pessoas. Por isso estudar e fazer cursos é muito importante a todos aqueles que cuidam e zelam das pessoas.