Live Ìdoun o terceiro Ìbejì – Marcelo Alban Responde

ibeji2_1_-490x464

Olá, Queridos e Queridas!

Na live de hoje Marcelo Alban nos esclarece sobre Ìdoun o terceiro Ìbejì.

Ìbejì ou Ìgbejì – é Orisa

ÌGBEJÍ Entre os povos Yorubá, o culto a Ìbejí começa quando nasce um casal de gêmeos em uma família tradicional. Entre as divindades africanas, Ìbejí o que indica a contradição, os opostos que caminham juntos, a dualidade de todo o ser humano Ìbejí mostra que todas as coisas, em todas as circunstancias, têm dois lados, e que a justiça só pode ser feita se as duas medidas forem pesadas ou se os dois lados forem ouvidos. Os Yorubá acreditam que os Ìbejí compartilham uma mesma alma em comum, quando um deles morre, a vida do irmão vivo é considerada em perigo, porque o equilíbrio da sua alma já foi perturbado e através de alguns rituais pode ser criado um novo carma para ele. Substituto simbólico para a alma do gêmeo falecido, chamadas de Èré Ìbejí.
Da-se o nome de Taiwo ao Primeiro gêmeo gerado e o de Kehinde ao último.
Os Yorùbá acreditam que era Kehinde quem mandava Taiwo supervisionar o mundo, donde a hipótese de ser aquele o irmão mais velho.
Cada gêmeo é representado por uma imagem. Os Yorùbá colocam alimentos sobre suas imagens para invocar a benevolência de Ìbejì.

 

Não perca tempo e já pense na sua pergunta!

Vem com a gente:

Com certeza você acompanhou este vídeo mas caso não tenha visto assista agora clicando neste link

Assine nosso canal e recebe mais informações

newlestter